Capa > Viagens > Ásia > Viagem para Dubai – Um passeio pelo incrível metrô
Viagem para Dubai – Um passeio pelo incrível metrô

Viagem para Dubai – Um passeio pelo incrível metrô

Andar de metrô em uma viagem para Dubai é mais que uma atração turística, trata-se de um passeio que te transporta para o futuro. Em minhas pesquisas sobre o destino, li muitos artigos que mostravam a suntuosidade desse meio de  transporte e ao vivo pude testemunhar que não eram exagero.

Em nossa saga em conhecer a cidade em apenas 10 horas, optamos por um tour de táxi pelos principais pontos turísticos e na volta, para pegar o voo rumo às Ilhas Maldivas, pedimos que nos deixassem em frente a alguma estação para que pudéssemos chegar ao aeroporto de metrô.

Rápido, prático e seguro!

viagem-dubai-metro-asia

A linha verde tem duas estações que caem dentro do aeroporto internacional de Dubai as do Terminal 1 e 3, super prático, rápido e seguro. Ao todo, são mais de 30 estações totalmente automatizadas, com arquitetura arrojada e que tentam representar os quatro elementos. A BurJuman por exemplo remete a água e a Mall of the Emirates o fogo, puro luxo.

Mas é o conforto, sempre presente em uma viagem para Dubai,  que mais chama a atenção. Acostumada com a estação Sé do metrô em São Paulo, não pude deixar de lado meu deslumbramento em ver as estações com ar condicionado (item básico para sobrevivência por aquelas bandas), os assentos dos vagões em couro e mesinhas atrás do banco para acomodar bolsas e afins.

Minha bolsa agradece!

Aqui o ditado ” quando a esmola é grande o santo desconfia” não se aplica. O custo para usufruir de tudo isso varia de 2 até 6 dirhams, uma verdadeira pechincha! Você pode escolher entre três categorias:  Silver a classe “econômica”,  Women and Children exclusivo para mulheres e crianças e a Gold Class que permite utilizar vagões vips.

Em pleno horário de rush, sem apertos nem empurra empurra

viagem-dubai-metro-asia

Escolhemos essa última opção. A parte frontal é toda de vidro que permite observar a espetacular arquitetura típica de Dubai, com seus incríveis arranha-céus, mesquitas e prédios residenciais. A maior vantagem de escolher o metrô é ter a oportunidade de fazer uma viagem para Dubai conhecendo a cidade  por outro ângulo,que de carro não seria possível.

Mesquita: o contraste

Socorro! O piloto sumiu!

Um fato curioso aconteceu perto da bilheteria. Vi um policial com a farda típica e perguntei ao vendedor de bilhetes se eu poderia fotografá-lo, por se tratar de um lugar com algumas regras, não custa se certificar se está cometendo algum “haram”. Ele me deu a permissão e lá fui eu com a câmera em punhos mirando para o alvo, eis que o tal policial começa a gesticular indicando que eu não podia fazer aquilo. Tarde demais!

Minutos antes do “haram”

Tarde demais! Ficou para a posteridade e minha galeria do Flickr.

Quando compramos o ticket da Gold Class, fiquei intrigada se iam me pedir durante o trajeto algo que comprovasse que de fato pagamos para estar na área vip e a resposta foi uma surpresa para alguém acostumada aos famoso jeitinho brasileiro: “Não há necessidade, aqui nós confiamos nas pessoas”.

Aliás em uma viagem para  Dubai, é impossível não notar que  existem muitas regras e multas destinadas aqueles que não as obedecem. Por exemplo é proibido comer e beber nas estações (multa de 100 dirhams),  já apertar o alarme das escadas rolantes 2.000 dirhams. Não aconselho pagar para ver!

É proibido…

O horário de funcionamento é  de segunda a quinta, sábado e domingo de 6:00 às 23:00, sexta-feira das 14:00 às 24:00 .

E da janela do metrô conhecemos Dubai por outro ângulo

E foi assim, que nos despedimos da maravilhosa Dubai! Um final mais que feliz!

Você pode pegar uma carona, nesse vídeo que fizemos:

 

 

17 comentários

  1. Minha nossa. Vendo essas coisas fica evidente o quanto o comportamento social/coletivo do brasileiro é decadente!

  2. Lindo e, aparentemente, atinge os locais certos da cidade (Aeroportos, por exemplo!).

    Em São Paulo as linhas são boas, mas são muito poucas pra suportar o tanto de gente que as utilizam, especialmente a linha-3 Vermelha. Ainda, as expansões que tão colocando mais “entradas” pro Metrô, mas não colocando “saídas”. Costurando tudo, no final a galera vai se espremer na Sé de qualquer jeito, como você disse rsrs

    Bom, a linha-4 amarela é a que eu senti mais semelhança. As estações, portas e trens são muito parecidos com os de Dubai
    Adorei o post :)

  3. Igual ao metro de sp!!

  4. Excelente sua postagem,parabéns

  5. O que vale lembrar que a população de lá, não pode utilizar o metro, nem assim… lembrem-se… em Dubai quem é rico, não usa metrô e quem é pobre tem malemá, a grana pro rango!

  6. Ramon,

    Fico feliz que tenha gostado. Sempre que puder dê uma passadinha no blog.

  7. Não vi isso por lá. Conversei com muitas pessoas que residem em Dubai de várias classes sociais, imigrantes de todas as partes do mundo, que sairam de seus países em busca de uma vida melhor. É claro que tem muitas pessoas que possuem carro, mas não são somente os ricos. Vi muito trabalhador usando o metrô por lá. De qualquer forma, eu adoraria ter a oportunidade de ser pobre lá e ter educação, transporte e saúde com qualidade.

  8. Gio,

    Ainda não tive oportunidade de usar a linha-4, mas vi em fotos e também acho bem semelhante ao de Dubai,mas como você mesmo ressaltou a diferença está no conforto, a procura é igual a demanda.

  9. Ficou show de bola a sua matéria Andréa, por kra confesso que viajei enquanto lia sobre a sua experiência em Dubai.

  10. Engraçado como Brasileiro gosta de achar que aqui ele não é lesado, primeira coisa que diz pra contestar é que lá tem gente que passa fome, amigo, mesmo com as leis religiosas rígidas, lá imposto tem retorno.

  11. Achei sua visão como turista passeando por Dubai muito interessante, e adorei as dicas.

    Sonho com o dia que em que SP será toda conectada subterraneamente com trens modernos, bonitos e seguros :) mto melhor do que “andar” de carro, se vc mora em SP sabe do que estou falando.

    Parabéns pelo post, obrigado por dividir (e nos fazer sentir uma pontinha de inveja da população de Dubai) sua experiência.

  12. Oi Camilla…

    Poxa, adorei o seu comentário, porque o propósito do blog é relatar nossas experiências como turistas o mais fiel possível e fico feliz em saber que conseguimos o nosso objetivo. Quando planejamos a nossa primeira viagem, ao procurar na internet relatos de viajantes, percebemos que a maioria eram de sites patrocinados, portanto ficava fácil dizer que tal hotel ou destino era sensacional, mas na realidade era bem diferente. Aqui no We Rock Tour você sempre vai encontrar resenhas realistas, se tivermos que recomendar ou desaprovar, com certeza faremos! Moramos em São Paulo e sabemos como você sofre! rs

  13. oi….

    fez a escala durante a noite ne? eu vou xegar ao dubai a 1da manha, e o meu voo é as 10h da manha, gostaria de passear de noite por la, é seguro? vou estar sozinha. gostei do seu blog e das suas dicas, foi muito util, vou tenatr fazer o mesmo roteiro k voces. gastaram muito dinheiro no taxi?

  14. Oi Ana Rita,

    A escala foi de noite. Nosso voo chegou 23:30 e percorremos Dubai por toda a madrugada.
    É bem seguro passar a noite lá, mas não tem hotéis baratos.
    Se vai sozinha pegue o táxi credenciado na porta do aeroporto, não faça o passeio até o deserto e use roupas que cubra os ombros.
    Gastamos em torno de 100 dólares no taxi para passar umas 6 horas rodando e parando pelos pontos turísticos.

    Bjs e boa viagem.

  15. Quanto custa o tour de taxi ? O que viram nesse tour ? Se fizer o tour, vale a pena voltar entrando em qual estação ? Terei a mesma janela de tempo que vcs tiveram, 12 horas, e as minhas serao das 22:00 de sabado ate 10:00 de domingo quando pego o voo para HK.

  16. Olá, Flávio. Detalhamos o Tour nesse outro post: http://www.werocktour.com/viagens/asia/dubai/10-horas-conexao-dubai/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>