Capa > Viagens > América do Sul > Argentina > Zoológico na argentina – O que acontece em Lujan
Zoológico na argentina – O que acontece em Lujan

Zoológico na argentina – O que acontece em Lujan

2 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 StumbleUpon 1 Pin It Share 1 2 Flares ×
Nossa última viagem para Buenos Aires tinha como único objetivo conhecer um zoológico na Argentina na cidade conhecido como o Zoo de Lujan. Um local curioso e com um certo ar de mistério mas que aparentemente enche os olhos de todos que tem a oportunidade de ver algumas fotos. Afinal, não é todo dia que você entra na jaula de uma leão ou faz carinho em um tigre.

Este zoológico na Argentina é um daqueles destinos que só não está no roteiro da maioria das pessoas porque elas simplesmente não o conhecem. Instiga a curiosidade pensar como é que animais tão selvagens aparentam interagir em perfeita harmonia com adultos e crianças.

IMG 1525 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Toca aqui!

IMG 1531 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Foram fotos como essa que me levaram a conhecer Lujan

Como chegar ao Zoo de Lujan?

Como o próprio nome sugere, o Zoo de Lujan não está localizado em Buenos Aires e sim na cidade de Lujan que fica cerca de 80 km da capital portenha. Movidos pela curiosidade, fomos até a Plaza Italia, de onde saem ônibus para a cidade de Mercedes. Estes ônibus possuem placas indicando que passam por Lujan. Confirme com o motorista e solicite que avise a parada correta para desembarcar. Aproveite também e já compre a passagem de volta. Coletivos aqui só aceitam moedas e depois de horas passeando no zoológico, após comer, souvenires e “atrações”, duvido que sobre alguma.

IMG 1501 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Ônibus comum faz o trajeto e só aceita moedas

O trajeto inspira tanto quanto uma viagem pela Via Dutra com o agravante que o ônibus faz paradas em lugares nada agradáveis. Como se trata de um ônibus normal não é possível dar aquela relaxada. O que nos animou foi o que na volta pegamos um ônibus de viagem, só que estava lotado e ficamos em pé.

100 2635 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Não espere muito do trajeto

O que é o Zoo de Lujan?

A primeira vista a impressão é que você está entrando em um ferro velho. Carcaças de carros, mini buggys e até tanques de guerra. Se não fosse pelos cartazes da entrada ninguém desconfiaria que o zoológico mais polêmico da Argentina é ali.

DSCF4464 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Entrada acanhada nem parece que aí dentro tem um zoo

Na bilheteria fica claro  que o foco do lugar sãos os extranjeros. Enquanto um portenho paga em média 60 pesos, para os turistas o valor é de 130. Um preço razoavelmente salgado, mas que prometia valer a experiência que esperávamos encontrar. Em seguida, uma passada na barraquinha ração para os gansos e cavalos e estamos prontos.

Apenas a título de informação, segundo os funcionários, a família dona do zoológico gosta tanto de animais quanto de qualquer coisa que tenha um motor. Por isso é comum encontrar tratores, carros dentre tantas outras máquinas pelo terreno.

DSCF4538 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

O Zoo tem um pouco de tudo

Voltando ao passeio, após fugir dos gansos vorazes, entramos na primeira jaula com um bando de filhotes. Todos muito animados e saltitantes. Corriam por todos os lados. Fomos tentar brincar com alguns deles por mais que não nos descem bola.

DSCF4497 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Como não se empolgar com esses filhotes “disponíveis” para as primeiras fotos?

DSCF4477 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Brisa?

 A polêmica sobre o Zoo de Lujan

Muito se fala sobre os animais desse zoológico. E a acusação mais grave é de que eles vivem dopados. Afinal, como pode um tigre permitir a aproximação de pessoas durante o dia todo? A história que você escuta dos funcionários é essa:

Os animais aqui são ensinados a conviver com humanos desde filhotes. Se vocês observarem, em toda as jaulas existem cachorros, que são acostumados com a presença humana e ajudam os felinos maiores a compreenderem essa interação.

100 2655 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Cachorros convivem em plena harmonia com animais selvagens

Você há de convir que a explicação é bem plausível, pelo menos para nós mortais que não somos formados em qualquer área biológica. Contudo, por mais sensato que possa parecer, não convenceu esse que vos escreve. Na verdade, eu estava acreditando nesta história, principalmente após a experiência com os filhotes. No entanto, a cada nova jaula visitada, meu entusiasmo diminuía.

1183685 CreateAgif Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

IMG 1560 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Como resistir? Até aqui está valendo a pena!

Começou a parecer pouco natural os animais menores super dispostos enquanto os maiores sempre sonolentos. Quando um fugia à regra e esboçava levantar a cabeça ou movimentar as patas, lá vinha o tratador com seu “leitinho” milagroso e a fera caia no sono logo em seguida.

DSCF44761 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

O leitinho milagroso

Afirmar que os animais são dopados pode ser uma acusação grave, mas essa é a nossa opinião. Fizemos um vídeo de um leão que mal consegue se levantar. Assista e tire suas conclusões:

Foi dentro da jaula dos tigres que presenciamos pela primeira vez o comportamento selvagem típico desses animais. Enquanto um deles estava deitado aparentemente tranquilo e inofensivo, atrás de nós outro estava inquieto e andava de um lado para o outro, rugia e mostrava os dentes para os visitantes. Uma sensação de incômodo e medo tomou conta de todos. Um rapaz  que entrou na jaula conosco se ofereceu para nos clicar o encontro quando de repente, uma dessas feras pulou no turista distraído com a câmera na mão. O tratador teve que intervir mas não interrompeu a visitação, tentando nos acalmar dizendo que aquilo era normal. Para nós era um claro aviso de que já não éramos mais bem vindos e decidimos respeitar o ‘habitat” e sair de fininho.

IMG 1667 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Tensão total: será que ele já comeu hoje?

Na parte destinada aos ursos o contato só é possível através de uma cerca, você paga o equivalente e R$5,00 e tem direito de dar marmelo em sua boca.

DSCF4554 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

A interação com o urso só atrás de cerca, pegar no colo nem pensar! rs

Os felinos são os protagonistas mas outros animais também divertem e chamam a atenção. Pelo trajeto vimos macacos, renas, focas, elefantes, iguanas e os insuportáveis gansos que não dão sossego depois que descobrem que você carrega ração para alimentá-los.

DSCF4548 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

O tratador avisa para tomar cuidado porque o macaco gosta de surrupiar pulseiras, anéis e afins

DSCF4533 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Olha o Bambi

Hipocrisias a parte. A ideia de interagir com os animais parecia ótima no início do passeio e foi ser tornando muito desconfortável até a hora da partida. Se você está pretendendo visitar este zoológico na Argentina, considere estes pontos:

  • Os animais não parecem bem cuidados e vivem em jaulas muito pequenas.
  • Mesmo os filhotes, que não tomam o “leitinho”,  são “usados” até a exaustão. Quando um está muito estressado para tirar fotos no colo de um turista é deixado de lado e outro assume seu lugar.
  • O mesmo ocorre para o camelo, que serve de montaria para a maioria dos visitantes.
  • Coincidência ou não, os animais que parecem sofrer menos são aqueles que não possuem contato com humanos. Como os leões marinhos e os antílopes.
  • Mesmo os argentinos não parecem ter orgulho do lugar. Desde que voltei, conversei com 2 hermanos que tem opiniões totalmente contra o zoológico.
IMG 1619 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

Nunca cheguei tão perto de um elefante

IMG 1544 Zoológico na argentina   O que acontece em Lujan

E nem de um leão…

 

45 comentários

  1. Olá!

    O Zoo Lujan tb me deixou encantada (pelo contato incrível e tão próximo com animais selvagens). No entanto, tb senti uma sensação estranha durante a visita e, como vocês, fiz várias perguntas. Dentre as perguntas obtive a mesma resposta que vocês colocaram no post, que eles foram criados com cães desde o nascimento, por exemplo. Sobre a sonolência, um dos responsáveis pela minha visita me explicou sobre os hábitos noturnos dos felinos, diferente de outros animais selvagens que estavam na ativa. Realmente, felinos são mais ativos de noite e durante o dia, “descansam”. Perguntei sobre acidentes com turistas e fiscalização/afins, todos disseram que nunca houve problemas com o zoo desde a abertura e se houvesse alguma irregularidade, certamente o governo argentino já teria mandado fechar. Enfim, saí de lá menos perturbada com a possibilidade dos bichinhos não estarem realmente sedados. A dúvida permanecerá, mas pegar um filhote de tigre nos braços, dar mamadeira pra ursos/tigres, alimentar elefantes, etc. são experiências interessantíssimas. =)

    Pena que furtaram minha câmera nesta viagem lá em BsAs e perdi todas as fotos desta visita.

    Abraços,

    Vanessa.

    Ralph Reply:

    Que honra ter a Srta por aqui :)

    Não tenho tanta certeza de que se houvesse algo errado o governo tomaria alguma atitude. Estamos falando de um país onde a justiça é muito parecida com a nossa, e corrupção está encrustada nas autoridades.

    O Zoo de Lujan já foi fechado diversas vezes e de alguma forma sempre voltam a abrir.

    Realmente as experiências são muito interessantes. Contudo, não sei dizer se a “culpa”, mesmo que hipócrita, valha a pena.
    Não consigo acreditar que o animal do vídeo que fiz estava com sono.

    Que pena pela sua câmera, nas próximas sempre use uma segunda, mesmo que seja o celular :)

    beijão, Vanessa!

  2. Tenho algumas ressalvas com relação a zoos, mas no inicio do texto confesso que me empolguei com a ideia da interação com os animais, mas minha emplogação foi diminuindo no mesmo ritmo da descrita no post! Adorei o relato e a transparência :)

    Ralph Reply:

    Olá Natália,

    Só pelo seu comentário já valeu o meu texto. Era exatamente essa reação que eu esperava.
    Foi nesse ritmo também que me senti na visita aos animais, além do texto é possível ver a perda de entusiasmo pelas fotos.

    Obrigado pela opinião!

  3. Jessica Évora

    O mesmo que aconteceu à Natália aconteceu à mim.
    Comecei ler empolgadíssima, planejando como seria a visita à esse zoológico, afinal pretendo passar 7 dias em Buenos Aires em novembro do ano que vem.
    Mas no fim do texto me sentia culpada só de me imaginar entrando nesse lugar e não fazendo nada para ajudar os pobres animais.
    Chega a ser angustiante. :/

    Ralph Reply:

    Pois é, Jessica.

    Essa foi a sensação que tive por lá. Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonado por animais e saber de alguma forma eu contribui para a manutenção de tudo que relatei é o que mais me entristece.

    obrigado pelo comentário!

  4. Gostei do post, pela sua sinceridade e vi que Nao e um mar de Rosas como Alguns blog relato. Eu Moro em Buenos Aires e Somente agora fiquei curiosa em querer ir al Zoo de Lujan, e caso isto aconteca ja sei o que vem pela frente, hehe. Estou totalmente de Acordo com sua opiniao sobre se houvesse algo errado o governo Nao tomaria alguma atitude, estou de Pleno acordo, mas que Vivo aqui e sei como Sao as coisas neste pais que tem uma governanta Tao soberbia a Nossa Querida Kretina que Nao duvido que Nao faria nada contra este zoo caso encontrasse alguma irregularidade. Obrigada pelo execelente relato. Besitos

    Ralph Reply:

    É bom saber que o que falei ainda bate com a realidade acompanhada de perto por pessoas como você.

    Obrigado pelo comentário e pelos elogios!

  5. eu já havia lido sobre esse zoológico em outros blogs, diferente do seu, todos os outros falavam super bem e falavam da experiência e tudo mais, fiquei super empolgada, amo animal.
    mas confesso que fui desanimando a cada descida do post (como teve várias pessoas que leu o post).. esse “leitinho milagroso” é de desconfiar mesmo, eu me perguntava, se era possível isso, talvez até seja, mas confesso que desconfio que animais tão grandes assim, possam estar com humanos e aguentar tantas fotos, falações e tudo mais durante um dia inteiro, sem dar um rugido, nem nada.

    eu ainda quero conhecer para tirar minhas conclusões, mas achei ótimo o seu relato, assim a gente vai no zoo com um pensamento mais no chão, sabendo que vai encontrar algo que não vamos gostar.
    infelizmente o zoo chama a atenção, mas infelizmente o governo não vai fazer nada pra melhorar.
    e a gente vai ficar com a mesma sensação de incapacidade, de não poder fazer nada por aqueles pobres animais, como disse a Jéssica, chega a ser angustiante.

  6. O vídeo é simplesmente assustador! Já fui em lugares em que a gente nota claramente que os animais são bem tratados e em outros em que a gente sai com um nó na garganta. Ler o post de vocês me deu a segunda sensação… Triste… :(

    Ralph Reply:

    Nó na garganta define bem a sensação ao participar daquilo tudo. E de certa forma, fico feliz em saber que transmiti, mesmo que de modo superficial, um pouco daquele sentimento.

    Obrigado pela visita, Andarilho. :)

  7. Magna Periard

    Olá!!!! Tenho amigos q visitaram o Zoo e as informações q me passaram são extamente estas… Sou Mèdica Veterinária fiquei indignada com o q fazem com esses animais… É compreensível q para um contato tão próximo seria necessário sedação, mas vale salientar q esses animais recebem visitas durante o dia inteiro e são necessárias várias doses diárias, não levam em consideração o efeito desses fármacos a longo prazo… Vendo as suas imagens , não me resta dúvida nenhuma q estão sedados sim! . Aí paro para pensar q nós turistas contribuimos para essa prática, uma vez q vamos lá presenciar o q considero “maus tratos”… Vou a Buenos Aires em Fevereiro /2013, mas já tirei o Zoo dos meus planoss…

  8. Pô cara!
    Estava eu fazendo umas pesquisas sobre o zoo, justamente porque vou para Buenos daqui uma semana
    e o zoo já era um destino certo…mas agora depois daquele vídeo ali me decepcionei…
    Não vou contribuir com essa prática de maus tratos, o negócio é boicotar…

    Abç!

  9. Jéssica Magno

    Excelente postagem, me convenceu a não conhecer este lugar!
    E não tem como contestar, o leão da sua filmagem ESTAVA sedado. Sou estudante de Medicina Veterinária, e como disseram em outro comentário, esses sedativos causam problemas a longo prazo.
    Muito triste!

  10. Eu fiz um cruzeiro do dia 13 ao dia 20 de Janeiro de 2013, passamos por Buenos Aires no dia 16 e ficamos até o dia 17 lá, fomos fazer um tour, e o rapaz nos levou em vários lugares, turísticos e para comprar, e como ainda tínhamos tempo queria ir ao zôo de lá, pois quando vi fotos e o jeito que eles contam sobre o lugar vc se imagina em um paraíso, principalmente para quem gosta de animais, eu tenho 3 filhos e concordo com tudo que li, até as crianças se decepcionaram é triste saber que os animais vivem presos, lugar de animais é a floresta onde possam viver soltos, é muito stresante a vida que eles tem o dia inteiro, tendo que fazer o que os outros querem. Como tirar fotos a todo momento, passar de colo em colo, os filhotes são iguais a bebes requerem todo um cuidado, na minha opinião isso jamais deveria existir, mesmo sendo o sonho de muitas pessoas poderem ter contatos com esses tipos de animais……

  11. Andrea Raldes

    Estava a procura de lugares pra visitar em Buenos Aires já que estou entrando em férias agora e vi um post seu falando do zoo e comentando também sobre este com relação a interação com os animais e fiquei muito animada, já tinha até colocado no meu roteiro. Mas acabei pesquisando mais sobre diversos lugares e caio novamente em um post seu sobre o assunto e fiquei indignada com o que li. A experiência realmente é diferente, mas tirei do meu roteiro pois vou ficar com sentimento de culpa, hipocrisia, sei lá. Muito triste tudo isso, não quero saber que fiz parte, pq de uma forma ou outra, quem vai é que sustenta tudo aquilo alí né. Enfim, obrigada por repassar a informação, agora vai da consciência de cada um.

  12. Que absurdo! Estou pensando em fazer veterinaria em buenos aires ano que vem e estava empolgadiiiiiiissima pra conhecer esse zoo, mas agora estou so a decepção.. Queria ir so pra pegar uma amostra desse leitinho pra fazer algum teste e denunciar o zoo. Deviam fazer alguma manifestaçao contra esse tipo de pratica. Os moradores de Buenos aires sao famosos por nao deixarem nada que os pertubam quieto (como os brasileiros tendem a fazer) e fazerem motiroes de parar o transito em defesa de uma causa. Podia lutar tbm para melhorar o bem estar desses animais e acabar com essa exploracao exagerada. Gostaria de saber de vcs como sao os outros zoologicos de buenos aires. Tem mais dois, certo? Sao mais bem cuidados e respeitaveis? Grata!!

    Andrea Reply:

    Oi Sarah,

    Em Buenos Aires tem outro zoo que é bem diferente do Lujan, onde os animais são bem tratados e é possível interagir com os animais dando alimentos de forma controlada e segura. Dá uma olhada nesse nosso post que tem informações e até um vídeo.
    http://www.werocktour.com/viagens/america-do-sul/argentina/buenos-aires/5-lugares-diferentes-em-buenos-aires/

    Bjos!

  13. Estava planejando uma ida a Buenos Aires, principalmente para visitar esse zoo, mas lendo o seu post já estou desistindo da ideia. Amo os animais, gostaria muito de interagir com eles, mas quero de uma forma saudável. Não vou contribuir com isso.
    Parabéns pelo seu texto, muito claro e com sentimento.

    Andrea Reply:

    Fernanda,

    Nós também nos frustramos com o zoo, uma pena!

    bjos

  14. Inacreditável é essa galera que lê o seu post, vê o seu vídeo, afirma que tem algo errado e por fim diz MAS QUERO CONHECER.
    Isso é triste.
    Pessoal se vocês sente alguma consideração por esses animais NÃO COLABOREM COM ISSO!!

    Estou planejando minha viagem a Buenos Aires, não gosto de zoológicos, mas fiquei curiosa com esse e pensei em dar uma chance. Procurei vários relatos para ver se algum fala algo sobre maus tratos e, até então, não tinha encontrado nada.
    O post ajudou muito! Sem sombra de dúvidas não vou a esse lugar.

    Ralph Reply:

    Olá Stephanie e obrigado pela sua participação.
    Os comentários variam, contudo ainda tem gente que vai visitar. Os motivos são os mais variados, mas acredito que meu texto cumpriu o papel de mostrar a realidade. Vai de cada um incentivar o zoológico ou não.

    Felizmente, consegui com que alguma pessoas repensassem seus roteiros e excluíssem esse triste destino. Você foi uma delas :)

    abraço!

  15. Estou excluindo do meu roteiro… Nossa muito triste ver esses animais assim, me deixou revoltada.

    Ralph Reply:

    Pois é, Leticia. Acho que é o melhor a fazer para não fomentar esse absurdo.

  16. Muito triste o vídeo :( estou em buenos aires e fiquei bem tentada a conhecer esse lugar, mas não quero contribuir pra isso. Li muito a respeito, posições favoráveis e contrárias a esse lugar, até uma entrevista com o dono do zoo eu li, mas depois de ver esse vídeo nada me convence de que eles não são sedados. e, segundo especialista, nem precisa ser um sedativo forte, podem ser usados ate anti-depressivos. muito triste! pelo visto terei que realizar meu sonho de contato com felinos e elefantes na áfrica mesmo. obrigada pela dica! :)

    Ralph Reply:

    Olá, Luiza.
    Vou carregar a culpa de ter ido pelo resto da vida. Mas pelo menos serviu para alertar os menos avisados sobre as atrocidades desse lugar.

    Que bom que você pensa da mesma forma!

  17. Bianca França

    É muito triste saber que existem pessoas que fazem isso com os animais :( Sei que ter contato com esses animais e em especial os felinos deve ser incrivel, porém se for dessa maneira acaba se tornando angustiante… Infelizmente todos os dias várias industrias enchem nossos queridos animais com testes dos seus produtos e é muito revoltante não poder fazer nada, mas é isso obrigada pelo post vou compartilhar *–

    Andrea Reply:

    Bianca,

    Realmente é muito triste!
    Não incentivamos nem desencorajamos o passeio e sim uma reflexão se vale ou não a pena incluir essa atração no roteiro.

    Bjos!

  18. miren yo soy de luján argentina he ido varias veces al zoo de mi ciudad y queria comentarles e invitarlos al zoo es espectacular y no hay peligro alguno solo se dopan pocos animales cuando estan muy exaltados , el zoo de lujan que esta desde 1994 oficialmente , hasta ahora no hay reportes alguno de ataques a personas , si hay un reporte de rasguños a una nena que aparentemente seria mentira nunca se comprobó , de lo contrario hubieran cerrado o clausurado el zoo , ya que tiene una ardua vigilancia , tanto veterinaria para animales , como de reportes de ataques , vengan traquilos , que no hay posibilidad de ningún ataque , solo hay que actuar normalmente y listo .

    pero tambien lujan tiene mas atracciones como la gran basilica que incluso es la mas visitada de argentina , sus museos que estan cerca de la basilica sus parques de diversiones mc donald , su centro muy lindo sus plazas y demas los esperamos como siempre hermanos brasileros con los brazos abiertos

    Ralph Reply:

    “solo se dopan pocos animales cuando estan muy exaltados”

  19. Sempre pensei em ter contato com animais selvagens… e por mais que pense no prazer do contato, passar a mão no bichano, estar próximo…entendo que seria uma violação…pois não entendo que animais selvagens possam ter esse tipo de interação…Alguma coisa tá errada. Da mesma forma entendo os zoos de todo o mundo como um gigante cativeiro… só perdoou um pouco pois sei que muitos desses bichos estavam em situação até pior…como circos, ou em entidades privadas…

    Pra mim… É uma violência… E soma-se a isso o que ocorre na África onde esses leões estão sendo dizimados pelo avanço dos espaços para agricultura, pecuária e cidades, caça indiscriminada para medicina oriental, entre outros…

    Reabilitação animal para ser devolvido ao ambiente natural: ótimo!
    Encarceramento de bichos selvagens é sempre muuuuuuito suspeito…

    Prefiro ainda que sob certa suspeita, vê-los soltos nos Parques Africanos…

  20. Estou indo pra BA pela segunda vez, e como da primeira vez não fomos conhecer o zoo dessa vez seria um passeio imperdível, já que amo animais e sempre quis passar a mão e chegar bem pertinho dos filhotinhos de leões. No entanto, que vi aquele vídeo que vc postou com o leão sem conseguir ficar de pé, quase tive um treco de aflição de não poder ajudá-lo. Desisti de ir ao zoo e continuar colaborando com essa judiação aos animais. Muito triste.

    Ralph Reply:

    Olá, Barbara.

    Obrigado pela visita. O seu relato se junta aos demais e felizmente você optou por não contribuir com esse sistema.
    O que tem me revoltado é a quantidade de pessoas que tenho observado escrevendo de forma positiva sobre o lugar, simplesmente ignorando os pontos que tratamos aqui.

  21. Estive lá dia 19/06/2014, achei a experiência incrível… maravilhosa de estar lá.
    Acredito que esteja enganado..
    O que eu vi foi totalmente diferente do que você viu.
    As pessoas que estavam lá… estavam felizes em ver que não era nada parecido com os posts que andei lendo em diversos sites falando mal do zoo.
    Primeiramente todos os animais estavam bem cuidados, gordos… sem feridas… sem machucados.. sem correntes..
    Segundo: eles são domesticados, e vivem na casa do dono desde bebe, quando separam os filhotes de suas mães, eles comem com os tratadores, dormem juntos… isso é se tornar um animal doméstico, sendo assim, jamais poderiam voltar para a natureza pq já se perdeu todas os seus instintos selvagens.
    Terceiro: não há nada de leitinho milagroso…. MENTIRA…. pessoas que estavam na fila, estudantes de medicina veterinária pegaram amostras… e não deu nada de errado.. você acha realmente que o dia todo as pessoas ficariam dando leite para dopar?? ISSO MATARIA O ANIMAL.. e pelo que os veterinários falam, dopar o animal deixa ele mais nervoso.. pq ele se sente ameaçado..
    Quarto: se fosse dopado eles não virariam a barriga para cima para fazer mais carinho… é claro que esse bichos podem ter dias ruins.. e como eu vi la, aconteceu com o tigre branco.. fui uma das ultimas a ver… pq ele já estava ficando estressado… fecharam a jaula dele… e não abriram mais.. ele estava no momento dele.. no habitat dele.. e eles respeitaram.. o mesmo aconteceu com o urso e com um dos leões.
    As pessoas precisam ter muitas provas ao falar “leitinho milagroso”…. pq não é bem assim…
    Esse passeio está em quase todos os roteiros dos turistas…. e para mim foi o melhor de todos… experiência única.. inexplicável…

    Ralph Reply:

    Olá, Angela. E obrigado pela visita.
    Tentei retratar aqui com a maior transparência possível a realidade que encontrei ao visitar o zoológico.
    O vídeo que fiz não deixa dúvidas que algo muito estranho acontece por lá. Além de vários outros relatos e comentários feitos por outros leitores.
    Tenho que discordar que o fato de ter um ou dez veterinários na fila pra tirar foto com o leão, não atesta se o leite tem ou não sedativos.

    Mas uma coisa você há de convir comigo é o fato de que estes animais parecem muito mais a vontade e felizes em seu habitat natural do que nessas gaiolas, servindo de atração turística. Depois deste dia, Lujan para mim está mais para um circo do que um zoológico.

  22. Estou indo para Buenos Aires pela 1ª vez em Setembro, e estava considerando visitar este zoo, pois amo felinos, mas pela lógica, raciocinando acerca do que sei sobre animais selvagens, especialmente felinos, ainda estava na dúvida.

    Pois bem, lendo seu relato, decidi que não irei e tentarei diassuadir qq conhecido ou amigo que queira. Ficou óbvio que lá ocorrem maus tratos e que usam os animais, como em um circo de horrores.

    Muito obrigada.

    Ralph Reply:

    Alessandra, tudo bem?

    Obrigada por participar do blog.
    Depois nos conte como foi a sua viagem para Buenos Aires.

    Abraços

  23. É preciso se atualizar e se corrigir ecològicamente sobre o que o Planeta está pensando sobre práticas obsoletas, arcaicas e retrógradas de confinamento animal para deleite humano. Escravidão de homens negros já acabou, a de animais está a caminho porque nenhum racional suporta mais tamanho atraso e quem não consegue entender isso é porque está dormindo no ponto ou lucrando com isso. Liberdade é fundamental, é claro como água, e só criminosos devem ser privados dela.

  24. Lucas Ferreira da Rosa Moda

    Muito boa a postagem. Realmente o ritmo da escrita expressa a frustração crescente, em contrapartida ao entusiasmo inicial. Apoio iniciativas que visem defender os direitos dos animais e, em alguns casos, criá-los em cativeiro. Mas zoológicos, na minha visão, são uma completa aberração. Que direito temos de ficar tirando fotos e bajulando outras vidas, como se fossem peças de museu? Imaginem-se no lugar desses animais, retirados da selva e do ar livre, para viver enclausulados e forçados a serem dóceis e a suportarem humanos chatos e barulhentos pelo resto da vida… Ok, mesmo que sejam bem tratados e bem alimentados e tudo mais, é uma negação ao princípio básico da vida: liberdade! Muito triste ver que o homem, além de destruir o mundo em nome do lucro e do concreto, destroçando florestas e ecossistemas, ainda obriga os pobres bichinhos a “se comportarem” e a serem meras peças de um circo capitalista… Também adoraria ter contato com leões, trigres, elefantes, mas dessa maneira, desse jeito totalmente artificial? Não é a mesma coisa. Zoológicos são aberrações. Que um dia os animais tenham liberdade para viver …..

  25. Larissa Maria

    Esse post me deixou extremamente triste, principalmente o vídeo. A tristeza dos animais está no olhar.
    O que mais me define neste momento é esta frase que vi no blog esquadrão pet cujo o assunto se referia a este Zoo : ”Os bichos não foram feitos para nosso deleite, nosso paladar, nossa vaidade, nosso domínio….eles foram feitos para serem apenas bichos.”

  26. Estive no zoo de lujan levado por um amigo argentino e alguns animais realmente estavam sonolentos, achei normal, mas outros estavam inquietos, tomavam leite e comiam pedaços de carne a todo momento e nós dentro da jaula. tenho fotos inclusive com um tigre em pé passando em minha frente e cercado por uma leoa e outros dois felinos e apenas 1 tratador. enfim não consegui ver esses maus tratos q dizem por aqui, maus tratos são os q os animais do zoo do RIO por exemplo passam, mas concordo q animais não devem estar a nossos deleites deveriam viver no mínimo em santuários !!!

    Ralph Reply:

    Olá, Reis. Fico feliz que você tenha tido uma experiência melhor que a nossa.
    A parte boa é que tenho escutado muitos relatos dizendo que o local se encontra em condições muito melhores do que da época que visitamos e que os animais parecem mais bem tratados. Infelizmente ainda não consigo mudar de opinião e desde que fomos a este “zoo” nunca mais contribuímos com nenhuma forma de exploração comercial de animais.

  27. Meu sonho sempre foi passar a mão num felino. Por isso estava em meus planos visitar este zoo.
    Li muito triste este depoimento e outros iguais a este. Com certeza ficarei na vontade de ficar pertinho com eles, mas minha consciência ficará tranquila.

  28. Alessandra Grandi

    Estava programando férias para julho deste ano justamente para visitar este zoo, mas depois de todos esses relatos não pretendo visitar este local, não quero contribuir com isso, mesmo tendo muita vontade de ver um animal desses por perto e toca-los. Sou estudante de biologia e apaixonada por animais.

  29. Estive lá.
    O vídeo mostra um leão “cambaleando” e outro muito bem acordado, inclusive provocando sustos.
    Estive lá em 2013 e, sinceramente, não sei dizer se são ou não dopados.
    O que vi aqui foi um relato inicial muito bem exposto e muitos comentários posteriores realizando um julgamento como se isso já fosse cientificamente comprovado, como se já houvessem provas inequívocas de que os animais são dopados.
    Alguém já viu algum site confiável afirmar uma coisa ou outra?
    Definitivamente, ver animais presos não é a melhor sensação do mundo, mas daí a já sair afirmando que estão dopados, creio que deveria haver uma confirmação oficial disso.
    Creio que um simples exame toxicológico, de sangue ou urina, pode facilmente apurar se eles estão sendo dopados ou não.
    E embora eu tenha pesquisado, nada encontrei nesse sentido.
    O mais imparcial e próximo de uma resposta que achei até agora, foi no site abaixo, cujas informações ainda não me dão o direito de julgar o que acontece lá e menos ainda de condenar quem quer que seja.

    http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/meioambiente/zoo-argentino-causa-polemica-ao-permitir-entrada-em-jaulas-de-ti/n1597658159539.html

    E nunca se esqueçam que é fácil julgar quando há só uma versão dos fatos!
    ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

2 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 StumbleUpon 1 Pin It Share 1 2 Flares ×